Tag: NUCKT UNTER WOLFEN

O Brasil lidera em número de candidatos – nada menos que sete – concorrendo esta noite ao Emmy internacional, que premia produções para a TV feitas fora dos Estados Unidos. Mas nossa torcida vai para um filme alemão.

De todas as produções na competição, só assisti (no cinema, em festival nos EUA) a NUCKT UNTER WOLFEN, “Nu entre os lobos”, baseado no livro de Bruno Apitz e lançado originalmente nos anos 50. A super editora Márcia Batista, da Universo dos Livros, acaba de contratar esse clássico da literatura do Holocausto com a VB&M em nome da Aufbau, cliente da agência em Berlim, que vem conduzindo o relançamento da obra com enorme repercussão.

p12346752_p_v8_aa
Dramática é um adjetivo que não exprime a história, da qual Apitz ouviu falar durante sua estada em Buchenwald, já bem perto do fim da guerra, com as tropas aliadas se aproximando a cada dia. A burocracia do campo era controlada por prisioneiros comunistas, que preparavam uma rebelião de maneira a escapar da grande marcha forçada pelos nazistas. É contrabandeado para dentro do campo vindo na mala de um prisioneiro de Auschwitz um menino judeu de três anos. Denunciar sua presença significa condená-lo à morte inapelavelmente. Escondê-lo significa comprometer o êxito da rebelião comunista e portanto da sobrevivência de toda a população de Buchenwald.

NU ENTRE OS LOBOS foi publicado no Brasil no início dos anos 60. É mais do que hora de ser reapresentado a várias gerações. Fundamental. A versão cinematográfica é candidata ao Emmy nas categorias melhor filme e melhor ator (Florian Stetter).

NU ENTRE OS LOBOS o filme é tão bom quanto o livro e por tudo que foi exposto merece nossa torcida. Mas diga-se que dá satisfação ver o Brasil liderar com número de produções finalistas ao Emmy.

http://www.hollywoodreporter.com/news/international-emmy-awards-2016-nominations-932574