Tag: MULHERES ESMERALDAS

Venda de direitos audiovisuais que VB&M concluiu com RT Features foi noticiada pela coluna de Ancelmo Gois: romance inédito do premiado autor paranaense Domingos Pellegrini, MULHERES ESMERALDAS, é o novo projeto do super produtor de cinema Rodrigo Teixeira (de “Indignação”, “Frances Ha”, “O filho eterno” e outras joias). Rodrigo disse do livro para a VB&M: “essa história de um grupo de mulheres mineradoras de ouro e esmeralda é absolutamente incrível, e a narrativa do Domingos, um feito porque consegue dar total verossimilhança. Mas imaginem a força dessa trama no cinema.”

MULHERES ESMERALDAS conta a história de um repórter da Playboy apenas retornado do exílio que, em 1984, quer fazer um ensaio fotográfico para a revista numa mina explorada por mulheres na Amazônia profunda. Domingos foi repórter da Playboy nessa época, cobriu Serra Pelada e ouviu falar dessa mina. No livro, as moças aceitam uma, digamos, cara proteção do delegado do município de Alta Mata em troca de uma parcela do ouro que produzem. O que ele não sabe é que, lideradas por uma ex-enfermeira americana, elas buscam também um veio de esmeraldas. Quando o repórter bate por lá, as mineradoras, que sempre evitaram todo contato com gente de fora, recebem-no muito bem, mas a ideia é usá-lo como cobertura para a fuga delas com um grande carregamento da preciosa pedra verde.

Grande thriller emocionante, com uma fuga espetacular e assustadora de carro e avião pelo Brasil afora, MULHERES ESMERALDAS é também um delicado romance, uma história de amor de dar nó na garganta. Marianne, a ex-enfermeira, é maravilhosa, filha de um major americano recrutado por Daniel Ludwig, aquele do mal-fadado Projeto Jari, para trabalhar na Amazônia. Quando morre, o major deixa para a filha, que sempre viveu meio no Brasil, meio nos EUA, um mapa para a mina de esmeraldas. Ela é completamente independente, muito forte fisicamente e emocionalmente, ninguém manda em Marianne, e o jornalista corta um dobrado para acompanhá-la.

O cenário é a Amazônia do início da década de 80, depois São Paulo e Rio de Janeiro. O pano de fundo é a transmissão televisiva das Diretas e, depois, com os protagonistas já no Sudeste, a cobertura da agonia de Tancredo Neves. Um livro realmente extraordinário que vai impressionar o mundo literário quando for publicado. Teremos notícias em breve sobre a editora da obra.

Cinema

‘Mulheres esmeraldas’, de Domingos Pellegrini, vai virar filme

por Tiago Rogero

21/01/2017 14:05

“Mulheres esmeraldas”, o mais recente romance do escritor paranaense Domingos Pellegrini, vai para a telona. O produtor Rodrigo Teixeira, da RT/Features, acaba de acertar a adaptação para o cinema com a literária VB&M.
O livro de suspense trata de um grupo de quatro mineradoras, mais um repórter da “Playboy”, fugindo de um delegado corrupto pelo Brasil afora, de Rondônia a Rio e São Paulo, com uma preciosa carga de esmeraldas. O pano de fundo envolve as “Diretas Já” e a morte de Tancredo de Neves.