Tag: Matthieu Ricard

A competente e delicada Editora Alaúde está lançando esta semana mais um livro fundamental do monge e mestre Matthieu Ricard, desta vez com o professor Wolf Singer: CÉREBRO E MEDITAÇÃO. O livro documenta a forte relação entre o budismo e a neurociência.

Os muitos lançamentos sobre budismo no mercado editorial brasileiro parecem comprovar que esse ramo da filosofia e das religiões está sendo corretamente percebido como uma saída possível para o mal-estar contemporâneo. Muito bem-vindos os livros de todos os mestres do budismo. Os brasileiros, talvez até mais do que outros povos, precisam dessa reflexão dados o estresse e a pressão que a sociedade contemporânea está jogando nos ombros dos indivíduos. Digamos que os políticos em Brasília não ajudam nem um pouquinho.

cerebro-alta

9780262036948

PublishersMarketplace noticia a venda de BEYOND THE SELF: DIALOGUES BETWEEN A NEUROSCIENTIST AND A BUDDHIST MONK, de Matthieu Ricard e Wolf Singer, à editora Renata Nakano, da Alaúde, que sabe tudo sobre filosofia voltada para o bem-estar do indivíduo. Não é justo chamar de “auto-ajuda” _ termo que acabou ganhando conotação pejorativa _ um trabalho sério como o do monge budista Matthieu Ricard, por exemplo.

O caso desse livro ilustra como muitas vezes são enganosas as categorias do mercado editorial. PARA ALÉM DO EGO: DIÁLOGOS ENTRE UM NEUROCIENTISTA E UM MONGE BUDISTA, que representamos no Brasil para a 2-Seas e a editora Allary, está saindo na França com imensa tiragem, voltado para o grande público de auto-ajuda. Nos Estados Unidos, a editora é nada menos do que a acadêmica MIT Press. O livro é acadêmico ou auto-ajuda? Os dois, claramente, mas fica a ver, se virar um best seller, em qual categoria entrará nas listas.

Portuguese Brazilian rights to Matthieu Ricard and Wolf Singer’s BEYOND THE SELF: Dialogues Between a Neuroscientist and a Buddhist Monk, to Renata Nakano at Alaude, by Villas-Boas & Moss Literary Agency, in association with Marleen Seegers at 2 Seas Agency, on behalf of Allary Editions. 

0

Matthieu Ricard, Christophe André e Alexandre Jollien.

Com incríveis 300 mil exemplares impressos somente na França, no topo das listas, TROIS AMIS EN QUÊTE DE SAGESSE (“Três amigos em busca da sabedoria”, mas o título brasileiro pela Alaúde pode ser outro) é um fenômeno de vendas e de crítica. Mais fenômeno ainda porque, sendo de alguma maneira auto-ajuda, menos se espera da mídia séria francesa uma recepção calorosa. O diferencial são os três autores – o filósofo Alexandre Jollien, o psiquiatra Christophe André e o monge budista e fotógrafo Matthieu Ricard –, queridos e muito respeitados pelos franceses. Realmente, essa fixação do mercado editorial de categorizar e rotular tudo às vezes é contraprodutiva para a compreensão da natureza da obra pelo leitor.

O Figaro faz uma comparação engraçada do livro com o cinema. Diz que juntar esses três autores em um volume só é como reunir no elenco de um filme as estrelas Depardieu, Belmondo e Delon. Le Point diz que TROIS AMIS EN QUÊTE DE SAGESSE traz as respostas que todo mundo quer: como superar os obstáculos da vida, recuperar a auto-estima, acabar com o sentimento de culpa e conquistar mais liberdade. Le Parisien pondera que a obra desses autores ajuda a respirar melhor – literalmente e figurativamente –, a combater a insônia leve e a lidar com as relações pessoais e profissionais.

Além da edição brasileira da Alaúde, sob a batuta de Ibraima Dafonte Tavares, o livro sairá em coreano, vietnamita e espanhol, neste idioma pela super editora Urano, que tem muito faro para o que é bom e popular. Tomara que saia logo.