Tag: Houghton Mifflin Harcourt

A reportagem histórica de Norman Ohler, BLITZED (título americano), foi lançada pela Houghton Mifflin Harcourt e chegou às listas de não-ficção do New York Times, 12º lugar quando se combinam vendas de papel e digitais. O livro revela a política do regime nazista, aparentemente repressora, na verdade, extremamente permissiva para as drogas químicas compradas em farmácia como o Pervitin. Ohler conta como a invasão da França pelas tropas de Adolf Hitler só pôde acontecer porque os soldados alemães foram massivamente drogados pelo Alto Comando.

Blitzed-cover-online

Nos EUA, o livro só angaria elogios. “Humor ferino. Exaustivamente pesquisado” _ disse o NYT. “Uma história fascinante, envolvente, embora sombria, do uso de drogas no Terceiro Reich”, palavras do Washington Post. O New York Review of Books afirma que a narrativa de Ohler nos fazer esse período densamente pesquisado de maneira bastante diferente.

Ohler_Blitzed_NYTimesBestsellerlist_2 Ohler_Blitzed_NYTimesBestsellerlist_1

Representando a obra para a editora alemã Kiwi, VB&M vendeu os direitos de BLITZED para a Planeta. Não vai demorar muito a chegar às livrarias brasileiras.

Foi legal para a VB&M. MACHADO, de Silviano Santiago, foi capa do Segundo Caderno do Globo.

http://oglobo.globo.com/cultura/livros/em-novo-livro-silviano-santiago-narra-ultimos-anos-de-machado-de-assis-20618575

Dentro do caderno, Nelson Mota consagrou JANTAR SECRETO, de Raphael Montes, em sua coluna.

http://oglobo.globo.com/opiniao/quem-come-quem-20614308

No sábado do New York Times, o suplemento de artes trouxe matéria de capa sobre BLITZED: DRUGS IN NAZI GERMANY, de Norman Ohler, um livro originalmente alemão que vai sair em abril nos EUA, pela Houghton Mifflin Harcourt.

photo

header

Acontece até que a HMH é nossa cliente para o Brasil, mas na verdade representamos essa sensacional reportagem histórica para a alemã Kiwi, e o livro vai sair para a gente pela Planeta também em 2017, uma aquisição de Cassiano Machado e Aída Veiga. Ohler pesquisou durante cinco anos para provar que Hitler drogou suas tropas sistematicamente visando ao sucesso no campo de batalha.

 

O livro de Tim Ferriss, AS FERRAMENTAS DOS TITÃS, que representamos para a Houghton Mifflin Harcourt e no Brasil sairá pela Intrínseca, deu show em Frankfurt. Foi vendido para a Random House na Grã-Bretanha, para Jarir Bookstore em língua árabe, para Sun Color e Citic na China (chinês complexo e simplificado), Meulenhoff na Holanda, Melvil na República Checa, Viisas Elama Oy na Finlândia, Leducs na França, Riva na Alemanha, Leya em Portugal, Politon na Romênia, Dobraya Kniga na Rússia e Seven Colours na Ucrânia. Ufa.

O livro é baseado nas entrevistas do super podcast de Ferriss, que conversa com celebridades e gente de destaque de todos os campos para saber de cada uma delas o segredo do sucesso e da boa forma. Só que para o livro Ferriss experimentou e testou cada uma das fórmulas em sua vida diária. Fez um resumão e vem portanto com um completo receituário do que vale a pena aproveitar e seguir no dia-a-dia da gente.

timferriss

O autor, Tim Ferriss.

Tim Ferriss tem livros muito populares já traduzidos no Brasil. TRABALHE 4 HORAS POR SEMANA (Planeta) e 4 HORAS PARA O CORPO (Intrínseca) são bíblias para milhares.

tim-ferriss-4-hour-life

PublishersMarketplace noticiou a venda VB&M, em nome da editora Houghton Mifflin Harcourt, do novo livro do autor best-seller Timothy Ferriss, TOOLS OF TITANS (As ferramentas dos titãs), para Lucas Telles, na Intrínseca. A negociação ocupou a agência na primeira metade de setembro.

Quatro editoras desde logo manifestaram interesse na obra, até antes de HMH anunciar a propriedade publicamente, duas disputaram o livro até o final, com ótimas apostas e compromisso com marketing de lançamento altamente profissional. Queremos crer que, ao longo de um mês agitado e promissor como não víamos desde maio de 2015, o leilão pelo livro de Ferriss aponte uma retomada do setor editorial, talvez ainda cautelosa, mas certamente refletindo um astral mais positivo, a confiança de que o Brasil vai melhorar a partir de 2017. Há muito tempo não vivíamos a excitação de um leilão na faixa dos cinco dígitos, muito menos em dólares…

É verdade que não se trata de qualquer aposta no escuro. Tim Ferriss é considerado um dos profissionais mais inovadores no mundo dos negócios, e seus dois livros publicados no Brasil, por diferentes editoras, são um imenso sucesso, altamente vendedores: TRABALHE 4 HORAS POR SEMANA e 4 HORAS PARA SEU CORPO, este, já da Intrínseca, que sempre sabe o tamanho de suas investidas.

TOOLS OF TITANS é resultado das entrevistas feitas por Ferriss para seu podcast, um dos mais populares do mundo, com mais de 100 milhões de downloads. No Tim Ferriss Show, ele entrevista gente que tem alto desempenho em qualquer campo – atletas, estrategistas militares, enxadristas campeões, artistas de todas as áreas – visando a descobrir seus métodos para dar certo e vencer. Para o livro, ele tratou de experimentar em sua própria vida as centenas de dicas, adaptou tudo, viu o que funciona mais e menos e está tratando de passar o conjunto para texto, que em breve será entregue na íntegra.

Entre os entrevistados, tem Jamie Foxx, Edward Norton, general Stanley McChrystal, montes de pessoas de sucesso. Mas quem mais serve de exemplo para a gente é o próprio Ferriss. Aos 39 anos, ele é bilionário, investidor anjo de várias start-ups que se tornaram mega, como Ali Baba e outras, está na maior forma, é um charme só.

INTERNATIONAL

Non-fiction
Brazilian rights to Timothy Ferriss’s TOOLS OF TITANS, to
Lucas Telles atIntrinseca, in a very nice deal, by Anna Luiza Cardoso and Luciana Villas-Boasat Villas-Boas & Moss Literary Agency, on behalf of Debbie Engel, at Houghton Mifflin Harcourt.

O PublishersMarketplace noticiou hoje a contratação de dois títulos do nome maior do romance histórico, Anya Seton, pela editora Renata Pettengill, da Record, em negociação conduzida por Anna Luiza Cardoso.

Brazilian rights to Anya Seton’s KATHERINE and DRAGONWYCK, to Renata Pettengill at Record, by Anna Luiza Cardoso at Villas-Boas & Moss Literary Agency, on behalf of Debbie Engel at Houghton Mifflin Harcourt.

Para quem ainda não conhece a obra de Seton, trata-se da rainha do romance histórico, principal referência para, por exemplo, a contemporânea Phillipa Gregory, que nas novas edições da Houghton Mifflin Harcourt, nos EUA, prefacia vários dos títulos da mestra.

1200x630bf (1)

KATHERINE, de 1954, é na verdade uma renovação contratual, pois o livro figura com sucesso no catálogo da Record há alguns bons anos. Reconta como ficção a história real de um dos maiores casos amorosos da história britânica, entre Katherine Swynford e o Duque de Lancaster, John de Gaunt, da casa dos Plantagenetas, relação extraconjungal que atravessou boa parte do século XIV até o casamento dos dois, depois de quatro filhos. É uma leitura absolutamente encantadora e irresistível, que eu (LVB) não poderia recomendar mais vivamente. Anya Seton, falecida em 1990 aos 86 anos, construiu reputação como imensa pesquisadora, e lendo seus livros sentimo-nos completamente mergulhadas na época descrita, que varia muito de romance para romance.

A boa notícia do dia é portanto a decisão da Record de continuar a publicação da autora no Brasil com a contratação de DRAGONWYCK. A história não poderia ser mais diferente daquela de KATHERINE, em meados do século XIX, nos Estados Unidos, levantando várias questões sociais da época. Foi um de muitos livros de Seton adaptados para Hollywood, produção de 1946 (o romance é de 1944), com direção de Joseph Mankiewicz, e Vincent Price, Gene Tierney e Walter Huston nos papéis vértices do sofrido triângulo amoroso que é relatado.

Nem a Inglaterra do século XIV nem os EUA pré-Guerra Civil são cenários típicos do romance histórico que cativa leitores brasileiros, mais apreciadores de narrativas passadas na França ou, em se tratando de Inglaterra, na era Tudor. KATHERINE, no entanto, é um sucesso para a Record, gerando royalties muito interessantes anos após ano à proprietária dos direitos nos EUA por meio da editora Houghton Mifflin Harcourt, cliente da VB&M. A originalidade dos temas e das histórias que escolheu para contar tornam a ficção de Anya Seton ainda mais fascinante e de várias maneiras instrutiva, oferecendo a seu público um olhar culto sobre períodos obscuros da história ocidental.