Tag: EM NOME DOS PAIS

Saiu hoje espetacular resenha em inglês de EM NOME DOS PAIS, de Matheus Leitão, no Brazil Talk. Trata-se de uma plataforma online criada por alunos da Universidade de Columbia, em Nova York, para o debate de temas brasileiros. Publicada pela Intrínseca, a narrativa de Matheus ganhou um rico comentário assinado por Mario Saraiva, que ilustra com notas de pé de página todas as referências que podem ser menos conhecidas ao leitor de fora do Brasil. Belas fotografias acompanham a edição.

Vejam esse parágrafo:

“Inteligentemente, Leitão transmite uma mensagem multigeracional, convidando ao diálogo a geração de seus pais e a nossa. O diálogo é uma ponte entre pessoas, ideias e épocas. Infelizmente, muitas vezes pontes são derrubadas pelos ataques daqueles que não querem compreender o outro lado. Extremismo (de direita ou esquerda) não é saudável numa democracia. O diálogo honesto tem poder de cura.”

Para ler a resenha na íntegra, clique aqui.

Captura de Tela 2017-06-23 às 15.59.50

Um estouro o lançamento de EM NOME DOS PAIS, de Matheus Leitão Netto, ontem, na Saraiva do Ibirapuera, em São Paulo. Na verdade, foi um lançamento em família, porque houve mesa de debate com Míriam Leitão e Vladimir Netto, que, mãe e irmão de Matheus, também têm livros recentes para expor, comentar e assinar.

Como Vladimir ilustrou na matéria do Bom Dia, Brasil, cujo link segue aqui, Matheus trouxe à baila o violento passado recente do país, que prendeu e torturou alguns de seus melhores filhos; ele fala do presente em LAVA JATO; e Míriam aponta para o que há para ser feito tanto em HISTÓRIA DO FUTURO como em A VERDADE É TEIMOSA. Mais de uma pessoa chorou durante as falas de cada um dos membros da família.

https://globoplay.globo.com/v/5959526

EM NOME DOS PAIS, de Matheus Leitão, lançamento da Intrínseca, continua nas listas e nesse fim de semana passado subiu para o 11º lugar tanto na Veja quanto no PublishNews. É a quarta semana de EM NOME DOS PAIS nas listas de mais vendidos.

Não surpreende. Trata-se de uma narrativa veemente sobre a história recente do Brasil, sobre traumas coletivos e subjetivos, responsabilidade social e individual e sobre a intensa necessidade e o incrível poder liberador do perdão.

Matheus foi atrás primeiro do delator e depois do torturador de seus pais, Míriam Leitão e Marcelo Netto, durante a ditadura militar, quando eles militavam no que foi o PcdoB. Em EM NOME DOS PAIS, ele narra suas catárticas descobertas.

Captura de Tela 2017-06-19 às 15.56.49

Captura de Tela 2017-06-19 às 16.00.17

 

A coluna de Lauro Jardim, no Globo, noticiou o lançamento dentro de duas semanas de EM NOME DOS PAIS, de Matheus Leitão Netto. O livro é uma longa reportagem de 448 páginas _ absolutamente impactante.

Numa primeira parte, Matheus relata a procura, a descoberta e o encontro com o dirigente do PCdoB, que no início da década de 70, quando a ditadura militar foi mais implacável, delatou seus pais, companheiros dele, Míriam Leitão e Marcelo Netto, às forças da repressão. Na segunda parte do livro, Matheus sai à cata e revela as identidades dos torturadores de Míriam e Marcelo.

Uma daquelas narrativas que nos perseguem dias a fio depois de chegarmos à última página e fecharmos o volume. É também um depoimento contundente sobre a necessidade do perdão. Livro para muito prêmio de reportagem.

capa_emnomedospais_300dpi

http://blogs.oglobo.globo.com/lauro-jardim/post/em-nome-dos-pais.html?loginPiano=true