Tag: Ancelmo Gois

Com um tanto de atraso, em função da agitação da semana passada, repercutimos e festejamos a notícia da coluna do Ancelmo Góis, no Globo, sobre a publicação de LAVA-JATO, de Vladimir Netto, pela portuguesa Saída de Emergência, em abril de 2018. O autor irá a Lisboa e Porto para autógrafos e palestras sobre a luta titânica dos brasileiros contra a cleptocracia e a corrupção.

Taí uma negociação que causou grande alegria à equipe da VBM. Em grande parte consequência da expedição de Anna Luiza a Lisboa, em junho, para visitas a editoras lusas, a venda dos direitos de publicação de LAVA-JATO em Portugal é gratificante pela importância da divulgação internacional do livro de Vladimir e porque se trata de mais um autor da agência com a super parceira Saída de Emergência, que também publica lindamente nossa querida Luize Valente.

(Sobre Luize em Portugal, vem novidade por aí. Aguardem um tico.)

IMG_8332

Ancelmo Gois noticiou em sua coluna do Globo a negociação dos direitos de O SEGREDO DO ORATÓRIO e UMA PRAÇA EM ANTUÉRPIA, de Luize Valente, visando a dois seriados de TV. Compraram os direitos os super brilhantes e competentes diretores e produtores de cinema Paula Fiúza, do documentário “Sobral”, e Breno Silveira, de “Dois filhos de Francisco”. Realmente, o trabalho literário de Luize parece pronto para a linguagem cinematográfica.

Ancelmo revelou também que o novo romance da autora, SONATA EM AUSCHWITZ, sai pela Record em outubro. Outro livro a apresentar aspectos ainda incrivelmente desconhecidos da tragédia do Holocausto, com cenários em Berlim e Orade, esta uma cidadezinha romena com um terço da população de judeus, na época da ascensão do nazismo e durante a guerra; nos campos de Terezin e Auschwitz; e em Lisboa e no Rio de Janeiro, estas as partes contemporâneas.

Luize Valente tem um talento impressionante para comunicar como se sentiam e vivenciavam aqueles tempos negros. A Noite de Cristal descrita em SONATA DE AUSCHWITZ é tão viva que, terminada a leitura da passagem, achamos que vamos abrir a porta de casa e na rua encontrar cacos de vidro das vitrines quebradas. Dois protagonistas do romance já apareceram em UMA PRAÇA EM ANTUÉRPIA. Para quem quer material para grandes seriados, nada mais impactante e bem construído.

No fim de semana, Ancelmo Gois noticiou em sua coluna do Globo a contratação dos direitos de publicação de CIDADE LIVRE, de João Almino, pela Ikona, na Macedônia. O romance, um empreiteiro da fundação de Brasília contando ao filho sua história de corrupção, já está em inglês e francês. É um livro lindo.

O romance de João Almino “Cidade Livre” em que um construtor de Brasília conta ao filho sua história de corrupção nas obras de fundação da capital, vai sair em 2017 na Macedônia, pela editora Ikona. O livro já tem tradução francesa da Metailié e inglesa da Dalkey Archive Press.

Depois de CIDADE LIVRE veio ENIGMAS DA PRIMAVERA, lançado pela Record no ano passado e que também já saiu em inglês, sempre pela Dalkey Archive Press. Talvez por estar finalista do Prêmio São Paulo, ENIGMAS tem despertado interesse em várias casas no exterior nas últimas duas semanas. Muita gente lendo.

João Almino acaba de por o ponto final em um novo livro, ENTRE FACAS, ALGODÃO. Diferente de todos os outros. Aliás, os romances do João são sempre perturbadores em si e por se colocarem como ruptura em relação à obra anterior. Um romance de vingança passado no Nordeste. Carlos Andreazza, seu editor, está lendo.

http://blogs.oglobo.globo.com/ancelmo/post/cidade-livre-romance-de-joao-almino-sera-publicado-na-macedonia.html