Tag: A MÃE DA MÃE DE SUA MÃE E SUAS FILHAS

A GUERRA NO CORAÇÃO DO CERRADO, de Maria José da Silveira, mereceu perspicaz resenha de Taluana Wenceslau no site LeiaMulheres. Taluana é pesquisadora voltada para a participação de mulheres e a representação de gênero na mídia latino-americana.

Lançado pela Record em 2006, o livro de Maria José romanceia a trajetória trágica de Damiana da Cunha, real personagem histórica, índia Paraná que exerceu imensa liderança em Goiás, no século XVIII. O crescimento recente do feminismo e da luta antirracista está felizmente jogando nova luz sobre a obra de Maria José. Seu romance de estreia, A MÃE DA MÃE DE SUA MÃE E SUAS FILHAS, está para sair nos Estados Unidos pela Open Letter e, podemos garantir, tem muita gente no mercado internacional lendo essa narrativa no pdf da tradução inglesa, gentilmente cedido pela editora.

Para ler a resenha na íntegra, clique aqui.

812VtBFTTlL

Ancelmo Gois noticiou que a edição americana da Open Letter, de A MÃE DA MÃE DE SUA MÃE E SUAS FILHAS, de Maria José Silveira, está em pré-venda na Amazon. Livro nas livrarias somente em novembro, mas já recebemos o pdf pré-impressão do romance em inglês e podemos dizer que a tradução de Eric Becker está linda, perfeita. Na Open Letter, dirigida por Chad Post, a editora Kaija Straumanis, responsável pelo processo editorial, facilitou-nos o documento de modo que possamos ampliar as submissões da obra no ambiente internacional.

Maria José vai lançar HER MOTHER’S MOTHER’S MOTHER AND HER DAUGHTERS em turnê por universidades e livrarias americanas da Costa Leste em maio de 2018. A temática do romance, lançado originalmente no Brasil em 2002, não poderia estar mais na ordem do dia: o feminismo latino-americano _ “Latin feminism”_ desperta interesse como nunca se viu antes. A narrativa de Maria José conta a história do Brasil por um ângulo feminino, que revela o abuso e a opressão das mulheres desde a primeira índia engravidada por um português chegado à Bahia com Pedro Álvares Cabral. Uma após outra, 20 gerações de resistência e luta.

Anselmo - O Globo 10-7-17 (2)