Índigo

Índigo

ÍNDIGO

Índigo cursava jornalismo na Mankato State University em Minnesota (EUA) quando se envolveu pela primeira vez com essa cor, como gerente do Índigo Café. Ao voltar para o Brasil começou a publicar contos na internet e adotou o pseudônimo. A identidade secreta a deixava mais à vontade para escrever. Isso levou ao primeiro livro, SAGA ANIMAL, lançado em 2001 e publicado na Itália em 2008.

Paralelamente, ela continuou escrevendo contos na rede, que evoluíram para uma série de blogs. Hoje tem mais de vinte livros publicados, todos para crianças e adolescentes. Foi vencedora do 1º Prêmio Literatura Para Todos, do Ministério da Educação, na categoria contos, com o livro COBRAS EM COMPOTA, que teve tiragem de 300 mil exemplares e pode ser encontrado em todas as bibliotecas públicas do país.

FLORES FALASTRONAS

Nesse livro Índigo conta um curioso episódio que aconteceu com ela enquanto trabalhava no seu jardim. Uma maria-sem-vergonha puxou conversa. Inicialmente a autora ficou em pânico, mas logo percebeu que a flor só queria bater um papinho. No dia seguinte foi a vez de uma margarida.

No outro, de um pé de maracujá, e assim a história se desenrola por caminhos inimagináveis. Com ilustrações de Thaís Beltrame.

Status/Publicação: Pela Biruta em novembro de 2017.

MARIA ANTONIETA E O GNOMO

Durante uma viagem de férias à Itália, Maria Antonieta se perde dos pais. Agora sua única companhia é o gnomo da sorte que ela carrega na bolsa. A menina só não podia imaginar que seu gnomo esperava há anos por uma oportunidade como essa. De volta à velha Europa, e sem nenhum adulto por perto, Gê assume que é um ser vivo, pula da bolsa e foge.

Chocada com o súbito acesso de vitalidade do gnomo, Maria Antonieta sai correndo atrás dele. Assim eles chegam ao Palazzo dei Bambini, um palácio mágico que acolhe crianças perdidas de todos os lugares do mundo.

Status/Publicação: pela Vergara & Ribas em junho de 2017. [80 páginas]

CABOCLO KOKAKOLA

A floresta amazônica sempre nos fascinou por suas belezas, lendas e mistérios. No passado, exploradores nos trouxeram relatos extraordinários sobre os seres mágicos que lá habitam. Agora, depois de uma fascinante expedição, Índigo nos traz o registro inédito de uma novíssima lenda amazônica: a do Caboclo Kokakola, poderosa entidade que já faz parte do dia a dia da floresta.

Neste livro, Índigo conta como ele surgiu, como evoluiu e dá prova de suas manifestações através do relato de quem se embrenhou nas profundezas da floresta e sobreviveu para contar.

Status/Publicação: Inédito.

AS AVENTURAS DE GLAUBER & HILDA

Glauber e Hilda levam uma vida de parasitas. Uma vida difícil e sofrida. Mas há um motivo para isso. É que Glauber é um ácaro, e Hilda, uma pulga. Se não fosse pelo enorme amor que sentem um pelo outro e pela ousadia natural dos parasitas, eles estariam ferrados. Em AS AVENTURAS DE GLAUBER & HILDA, acompanhamos cinco passagens dramáticas da vida dos protagonistas. Em “Monga, a mulher gorila”, Glauber descobre seus talentos para artista de circo enquanto o casal habita a pelagem de um horrendo monstro circense. Em “O cão de três patas”, eles levam uma vida de luxo e regalias, vivendo nos pelos de um sortudo cachorrinho de madame.

Em “Mutação genética”, Hilda inala uma perigosa quantidade de veneno anti-pulga e sofre um transtorno de personalidade. Agora ela acredita ser uma vespa. Em “As barbas do profeta”, eles vão parar nas barbas de um velho hippie, onde Glauber vivencia momentos de desapego e amor universal. E para terminar, “Férias merecidas”, na qual o casal mergulha numa turbulenta temporada no fundo do mar.

Status/Publicação: pela Companhia das Letrinhas em 2014.

CASAL VERDE

Walter e Sílvia viviam na mesma rua. E como se viam todos os dias, começaram a gostar de verdade um do outro. Acontece que Walter e Sílvia são árvores, e não fosse pelo bem-te-vi Benjamim, eles jamais saberiam que seus sentimentos eram correspondidos. Infelizmente, nem todos na vizinhança compreendem essa paixão – e tem gente até dizendo que suas demonstrações de afeto não passam de “pouca vergonha”.

Mas esse casal verde vai contar com a ajuda de alguns intrépidos amigos que farão o possível e o impossível para que esse romance tenha um final feliz.

Status/Publicação: pela Caramelo em 2013.

A MALDIÇÃO DA MOLEIRA

Uma avó que tem um estranho fetiche: apertar a moleira de um bebê. Um belo dia ela se encontra sozinha com o neto e, finalmente, realiza seu desejo. Ploct! O resultado é que o pequeno Heitor adquire consciência e começa a narrar seu dia-a-dia com a desenvoltura e o discernimento de um adulto. Irônico e desconfiado, Heitor vai aos poucos aprendendo a lidar com seus familiares, com outros bebês, e até com os brinquedos que dividem berço com ele.

Nesse livro descobrimos que os primeiros anos da vida de uma pessoa são bem mais sinistros e agitados do que parece.

Finalista do prêmio Jabuti.

Status/Publicação: pela Moderna em 2012.

SAGA ANIMAL

Ígor, um garoto de onze anos, nos conta a história da sua incessante luta por um bicho de estimação. Ele vive num apartamento apertado, junto com a mãe e a irmã caçula. A complicação começa quando sua mãe determina que eles não podem ter bichos no apartamento. Ígor não se conforma. Está cansado de receber tantos “nãos”, e decide ir atrás de um bicho. Ígor faz um acordo com Seu Barba, dono de uma loja de animais exóticos. Caso a mãe não goste do animal, Ígor sempre poderá trocá-lo por outro, até encontrar o bicho perfeito, um bicho capaz de conquistar o coração da Dona da Casa. Assim, Ígor começa a trazer uma série de bichos para casa. Desde iguanas até saguis. Cada bicho vai disparar uma série de dilemas na vida do garoto. Kleber, um iguana pacifista, o faz pensar sobre o uso da violência.

Godorico, um sagui, levanta uma discussão sobre as consequências da criação em cativeiro. O casal de escargots franceses detona uma reflexão sobre as implicações do sexo hermafrodita e o movimento feminista. Em SAGA ANIMAL, o leitor entrará na imaginação desenfreada de um menino disposto a lutar por seu sonho. Com muito jogo de cintura, Ígor se envolve numa série de situações insólitas e engraçadíssimas.

Status/Publicação: pela Editora Hedra em 2001 e pela Giunti (Itália) em 2008. Relançado pela Moderna em 2014.

UM DÁLMATA DESCONTROLADO

Em SAGA ANIMAL, depois de inúmeras peripécias, negociações e muita persistência, Ígor ganhou seu tão desejado bicho de estimação. Agora, em UM DÁLMATA DESCONTROLADO, Conan, o cão, mostra o que acontece quando o sonho vira realidade. Ígor vai aprender o que significa cuidar de um bicho, e isso inclui regras, disciplina, dedicação e… adestramento! Nessa nova aventura, Ígor deixa sua confortável posição de filho para virar uma espécie de figura paterna. Isso vai causar uma turbulência na sua visão de mundo, levando-o a pensar sobre as tradicionais relações de poder e os princípios pedagógicos.

Em UUM DÁLMATA DESCONTROLADO, Ígor e seus amigos enfrentam uma nova seleção de bichos exóticos, e não tão exóticos assim. Através das situações mais malucas e engraçadas, bichos e crianças descobrem que são muito mais parecidos do que imaginavam.

Status/Publicação: pela Hedra em 2007. Republicado pela Moderna em 2014.

UM PINGUIM TUPINIQUIM

Digamos que você seja um pinguim de 16 anos que está morrendo de tédio do destino traçado para sua vida: crescer, engordar, chocar um ovo e se conformar em ser mais um animal branco e preto morando num pedaço de gelo. A maior emoção da sua vida é quando o Greenpeace chega e dá umas palestras sobre a importância da perpetuação da sua espécie. Pronto, isso é a sua vida. Até que um dia, da imensidão branca do Polo Norte, surge o veleiro do Amyr Klink e você pensa: é pegar ou largar. A situação de Orozimbo é mais um menos essa quando ele toma a decisão radical de se mudar do seu habitat natural para o interior de um barco que o levará à terra firme da América do Sul, onde acaba conhecendo gente esquisita em um sítio cravado nos confins do Brasil.

É claro que as chances de sobrevivência de um pinguim na roça são mínimas, mas este livro trata justamente disso, de mostrar que às vezes o impossível é possível, e que, se não todos, pelo menos um pinguim pode não só viver na roça como encontrar a felicidade dentro de um galinheiro.

Status/Publicação: pela Manati em 2013.

O LIVRO DAS CARTAS ENCANTADAS

Neste livro, Branca de Neve, Cinderela e Bela Adormecida ganham voz. Com suas próprias palavras as três princesas narram uma fase crucial de suas vidas. Branca de Neve acaba de ser expulsa do castelo de Weitenburg e está vivendo como serviçal numa choupana nos confins da Floresta Negra. Bela Adormecida está prestes a completar dezesseis anos, espetar o dedo no fuso de uma roca e cair em sono profundo.

Cinderela foi deserdada, mora num porão imundo e tem de trabalhar o dia todo. Sua última esperança é um baile populista. Enclausuradas, cada uma por um golpe do destino, elas mantêm uma correspondência frenética e desesperada.

Status/Publicação: pela Brinque-Book em 2007. [159 páginas]

COBRAS EM COMPOTA

COBRAS EM COMPOTA é inspirado nas memórias de Índigo. O livro é dividido em “Infância” e “Adultice” e reúne experiências variadas e curiosas. São pequenos contos sempre marcados pelo humor que pode ser irônico, sutil ou tão inusitado que beira o non-sense. Uma combinação de histórias de travessuras que crianças fazem com animais e também entre elas, de medos e pesadelos, visões religiosas, conversas imaginárias, fantasias, relações interpessoais e por aí vai.

São histórias que nos parecem familiares, que fazem parte da realidade da maior parte das famílias e que poderiam ter acontecido com muitos de nós.

Status/Publicação: pelo MEC (Ministério da Educação) em 2006. Republicado pela Moderna em 2014.