agosto 2017

Com um tanto de atraso, em função da agitação da semana passada, repercutimos e festejamos a notícia da coluna do Ancelmo Góis, no Globo, sobre a publicação de LAVA-JATO, de Vladimir Netto, pela portuguesa Saída de Emergência, em abril de 2018. O autor irá a Lisboa e Porto para autógrafos e palestras sobre a luta titânica dos brasileiros contra a cleptocracia e a corrupção.

Taí uma negociação que causou grande alegria à equipe da VBM. Em grande parte consequência da expedição de Anna Luiza a Lisboa, em junho, para visitas a editoras lusas, a venda dos direitos de publicação de LAVA-JATO em Portugal é gratificante pela importância da divulgação internacional do livro de Vladimir e porque se trata de mais um autor da agência com a super parceira Saída de Emergência, que também publica lindamente nossa querida Luize Valente.

(Sobre Luize em Portugal, vem novidade por aí. Aguardem um tico.)

9780262036948

PublishersMarketplace noticia a venda de BEYOND THE SELF: DIALOGUES BETWEEN A NEUROSCIENTIST AND A BUDDHIST MONK, de Matthieu Ricard e Wolf Singer, à editora Renata Nakano, da Alaúde, que sabe tudo sobre filosofia voltada para o bem-estar do indivíduo. Não é justo chamar de “auto-ajuda” _ termo que acabou ganhando conotação pejorativa _ um trabalho sério como o do monge budista Matthieu Ricard, por exemplo.

O caso desse livro ilustra como muitas vezes são enganosas as categorias do mercado editorial. PARA ALÉM DO EGO: DIÁLOGOS ENTRE UM NEUROCIENTISTA E UM MONGE BUDISTA, que representamos no Brasil para a 2-Seas e a editora Allary, está saindo na França com imensa tiragem, voltado para o grande público de auto-ajuda. Nos Estados Unidos, a editora é nada menos do que a acadêmica MIT Press. O livro é acadêmico ou auto-ajuda? Os dois, claramente, mas fica a ver, se virar um best seller, em qual categoria entrará nas listas.

Portuguese Brazilian rights to Matthieu Ricard and Wolf Singer’s BEYOND THE SELF: Dialogues Between a Neuroscientist and a Buddhist Monk, to Renata Nakano at Alaude, by Villas-Boas & Moss Literary Agency, in association with Marleen Seegers at 2 Seas Agency, on behalf of Allary Editions. 

Alberto Mussa conversará com outros três escritores (Heloísa Seixas, Joca Terron e Santiago Nazarian) sobre seu último romance, A HIPÓTESE HUMANA, em sessão intitulada “Grandes Lançamentos”, no Café Literário da Bienal do Livro, que começa dia 31 no RioCentro. Também no Café Literário, na sessão “A Era do Imprevisto”, Miriam Leitão e Sergio Abranches discutirão política, filosofia e a árdua busca de instrumentos e referências para a compreensão do mundo contemporâneo. Edney Silvestre estará com Ruy Castro em um bate-papo sobre 90 anos de Tom Jobim. Raphael Montes estará no grupo “Cronistas”. Na programação do Encontro com Autores, diretamente do Porto, a amada portuguesinha Sofia Silva, cujo romance SORRISOS QUEBRADOS está saindo em grande estilo pela Valentina, terá enfim a oportunidade de travar pessoalmente com suas incontáveis fãs brasileiras.

Muitos clientes da VBM na Bienal do Rio oferecendo a seus leitores a oportunidade de uma conversa presencial. Todos brilhantes, com muitas ideias originais e experiências pessoais a compartilhar; eventos imperdíveis. Vale conferir a programação.

Para conferir a programação da Bienal e outras informações, clique aqui.

A propósito de seu livro recém-lançado A ERA DO IMPREVISTO e do ensaio em processo de escrita PRESIDENCIALISMO DE COALIZÃO, ambos títulos da Companhia das Letras, Sérgio Abranches deu na semana passada uma entrevista que não se pode perder. Já está no youtube.

O teaser é só provocação. Ele alerta que o partido é um tipo de agremiação que só fazia sentido na era analógica e mostra como a reforma política que está sendo arquitetada no Congresso vai piorar ainda mais nosso combalido sistema democrático.

Vale muito ver a íntegra do depoimento, mas é longo, 43 minutos.

O autor de DOCE GABITO e O ARROZ DE PALMA, Francisco Azevedo, será o convidado especial da sessão de abertura do clube do livro do Gabo Café, que está montando com a Editora Record uma exposição na Fábrica Bhering em homenagem a Gabriel Garcia Márquez no aniversário de 50 anos da publicação de CEM ANOS DE SOLIDÃO. PublishNews traz detalhes sobre a programação.

DOCE GABITO, como se pode supor pelo título, é um romance tocante que paga tributo a García Márquez pelo intenso prazer literário que a vasta obra do autor colombiano propiciou a seus leitores. Para quem só conhece o Chico de O ARROZ DE PALMA, recomenda-se vivamente a leitura de DOCE GABITO, outro romance eterno, assim como será OS NOVOS MORADORES, último lançamento do autor.

 

Para quem está bolando um primeiro livro, vale a pena ler essa coluna do Dear Sugars, um blog de conselhos profissionais e existenciais, publicada pelo New York Times. Aqui Steve Almond e Cheryl Strayed refletem sobre a criação literária com uma jovem atormentada porque ainda não conseguiu criar condições para se dedicar à escrita. Na VBM, concordamos enfaticamente com a maior parte dos conselhos e dicas. Principalmente, a ideia de que não é preciso parar a vida e o trabalho para escrever. Depois, que é bom controlar as expectativas em relação à obra. A motivação para a escrita tem que ser o prazer da criação.

SE EU FECHAR OS OLHOS AGORA, o premiado romance de estreia de Edney Silvestre, em processo de adaptação para minissérie global pelas mãos do roteirista Ricardo Linhares, foi notícia do site TV-Foco. A matéria, centrada no roteirista, diz que ele está pronto para voltar à telinha como autor principal de uma produção, SEFOA, que terá dez capítulos. O último trabalho de Linhares na Globo foi a supervisão da novela “Rock Story”, mas ele participou também das tramas de “Insensato Coração” e “Babilônia”, em parceria com Gilberto Braga.

Para ler a matéria na íntegra, clique aqui.

Foto: Leo Aversa

Foto: Leo Aversa

 

O site independente de crítica literária Foreword Reviews _ “the indie we love” é seu slogan _, que cobre o mercado americano, publicou uma resenha perfeita de THE INVISIBLE LIFE OF EURIDICE GUSMAO, de Martha Batalha. Chegando agora às livrarias britânicas, a edição da OneWorld de A VIDA INVISÍVEL DE EURÍDICE GUSMÃO sai em outubro nos Estados Unidos.

A resenha sintetiza com precisão e rigor a essência do romance de estreia de Martha: “Batalha escreve com vívida ressonância, criando personagens nítidos em Eurídice e Guida, na maternal prostituta Filomena e em Zélia, a vizinha maldosamente fofoqueira. Enquanto os pais, maridos, filhos e amantes das personagens femininas agem de maneiras dominadoras ou destrutivamente débeis, eles parecem mais produtos do ambiente cultural do que vilões descarados.

A VIDA INVISÍVEL DE EURÍDICE GUSMÃO é essencial e divertido, e as vidas de suas heroínas na existência cotidiana são memoráveis e inspiradoras.”

É isso aí. Mandou bem, Foreword.

The Invisible Life of Euridice Gusmao-ADVANCE PROOF FOREWORD REVIEW

eurucide_capa2