maio 2017

O Lambda Literary, grande site literário americano de literatura homossexual, publicou crítica ótima e exaustiva do romance JEWS QUEERS GERMANS, de Martin Duberman, que representamos para a Seven Stories Press. O romance é um mergulho no universo da elite alemã entre 1907 e 1930, quando os numerosos gays daquela comunidade tinham que viver em completa clandestinidade. Vale ler a resenha.

‘Jews Queers Germans’ by Martin Duberman

EDNEY

Outro destaque maravilhoso da Revista de Divulgação Cultural é a entrevista que Maicon Tenfen fez com Edney Silvestre. Mostra que Edney é craque como entrevistado, não só como entrevistador. Ele teve a sorte que dá a quem lhe concede entrevistas: encontrou um interlocutor brilhante.

Muito bom para um autor dar entrevista para a RDC. A matéria que segue coordenada ao final, “A biblioteca Silvestre”, com os principais títulos do Edney, ficou uma graça e utilíssima.

Clique aqui para acessar a matéria.

 

sergio

No próximo número da Revista de Divulgação Cultural, que está rodando agora, será publicado “Eles estão chegando”, esse conto aterrador e belo de Sérgio Abranches. O medo é um tema eterno na obra do Sérgio, essa paranoia que sofremos todos nos dias de hoje, fundamentada nos sustos reais que a sociedade constantemente nos prega.

A RDC é publicada pela editora da Universidade Regional de Blumenau e dirigida pelo professor e escritor Maicon Tenfen. Com inteligência e bom-gosto, está somando muito no esforço de valorização da literatura contemporânea brasileira.

Clique aqui para ler o conto.

 

É forte o book trailer que a Cepe, editora de GENEALOGIA DA FEROCIDADE, de Silviano Santiago, preparou para o livro. Como nos disse Silviano, “para adultos”. Trata-se do ensaio que ele fez sobre Guimarães Rosa e GRANDE SERTÃO: VEREDAS.

silviano

https://vimeo.com/216870124?ref=fb-share&1

IMG_3976

Olhem que foto legal desses dois rapagões, ambos escritores consagrados, Alberto Mussa e Edney Silvestre. Foi a entrevista do Beto, em sua casa, ao Edney, para o programa GloboNews Literatura, que vai ao ar sexta-feira, 19 de maio.

O tema: A HIPÓTESE HUMANA, o brilhante, para dizer o mínimo, e literário quarto título da pentalogia de mistérios do Rio, que está sendo desenvolvida pelo Beto. Pela qualidade de entrevistador e entrevistado, uma conversa enriquecedora, que estamos ansiosas para assistir.

download

Daniel Brunet, da coluna do Ancelmo, no Globo, noticiou o lançamento de SORRISOS QUEBRADOS, de Sofia Silva, na Bienal do Rio. Sofia vem pela primeira vez ao Brasil para assinar seus livros no stand da Valentina.

Querida Sofia é uma das clientes portuguesas da VB&M, mas curiosamente sua popularidade deslanchou graças às admiradoras brasileiras de sua ficção. São tantas que se criou um grupo chamado Leitoras Unidas com o objetivo de realizar um trabalho incessante e exaustivo de divulgação dos romances da escritora.

sofia_silva

Edição brasileira de livro de Sofia Silva será lançada na Bienal do Rio

10/05/2017 16:26

O livro “Sorrisos quebrados”, da escritora portuguesa Sofia Silvia, será lançado na Bienal do Livro do Rio, em agosto. É a primeira vez que uma obra da autora é publicada aqui. Será pela Editora Valentina.
Sofia Silva, de 29 anos, virou febre no Brasil. Seus livros “Sorrisos quebrados” e “Corações quebrados” tiveram mais de um milhão de visualizações no Wattpad e 700 mil leituras no Kindle Unlimited, da Amazon. Aqui, ela é agenciada por Luciana Villas-Boas.

http://blogs.oglobo.globo.com/ancelmo/post/edicao-brasileira-de-livro-de-sofia-silva-sera-lancada-na-bienal-do-rio.html

vb-lancamento

Repetimos o convite para o lançamento amanhã de VIBRATIONS BRASIL, coletânea de contos brasileiros unidos pela temática da música, traduzidos para o francês numa edição da Passages. Tem Alberto Mussa, José J. Veiga, Autran Dourado. Tem alguns dos melhores escritores brasileiros. Projeto de Emilie Audigier. Vejam aqui quem é ela.

quinta_maison

O Espaço Cultural A MAISON organiza o ciclo Quintas da Maison, voltado para assuntos da atualidade, gastronomia, fotografia, imagem e música.

A 2a quinta-feira do mês é dedicada a temática “Olhares cruzados” : o olhar de um Francês sobre o Brasil ou de um Brasileiro sobre a França.

Dia 11 de maio, o Espaço cultural A Maison recebe Emilie Audigier, Paulo da Costa de Oliveira e Márcio MM de Meirelles para uma noite de literatura e música, com o lançamento da antologia “Vibrations Brasil”, antologia de textos literários sobre música.

SOBRE O COLETIVO “VIBRATIONS BRASIL”

O coletivo “VIBRATIONS BRASIL” reune 12 textos curtos de grandes escritores brasileiros sobre a música : Paulo Lins, Alberto Mussa, Machado de Assis, Milton Hatoum, Nei Lopes, Lima Barreto, João do Rio, José J. Veiga, Autran Dourado, João Antonio, Ronaldo Correia de Brito, Beatriz Bracher.

Coletivo traduzido em francês por Emilie Audigier pela editora Passages.
SOBRE EMILIE AUDIGIER

Depois de uma formação em Letras e Profissões do Livro (Université de Provence) e experiências em diversas editoras na França (L’Aube, Chandeigne e Hoёbeke), ela coordena o Escritório do Livro da Embaixada da França em 2005.
Doutora em Letras (Universidade Federal do Rio de Janeiro e Université de Provence) em 2010, suas pesquisas focam na literatura brasileira traduzida para o francês, publicadas nos livros Traduire le même, l’autre et le soi (PUP), O trabalho da tradução (Contracapa), Retraduire en littérature de jeunesse (Peter Lang), Bestiaire fantastique des voyageurs (Arthaud), Traduire les littératures migrantes (PUP), Histoire des Traducteurs en Langue française, 20e s (Verdier), La poésie du Brésil (Chandeigne). Traduziu na França escritores lusófonos como Ronaldo Correia de Brito, Ondjaki, Daniel Galera, Valter Hugo Mãe, entre outros.
Ela mora no Brasil onde ensina e coordena uma coleção de ficção curta na Editora Passage(s).
Quintas da Maison – Olhares cruzados – Lançamento da antologia “Vibrations Brasil” (ed. Passage(s))

Entrada franca, evento em português, sujeito a lotação.
Espaço cultural A Maison – Avenida Presidente Antônio Carlos, 58 – 11 andar.

Há alguns dias saiu na coluna Gente Boa nota ótima sobre JANTAR SECRETO, de Raphael Montes, cujos direitos de cinema foram contratados por Rodrigo Teixeira. RT planeja toda a produção do filme nos EUA.

Só tem um erro importante de ser corrigido. Os direitos de adaptação O VILAREJO, a fantasia gótica do Raphael, baseada nos pecados capitais e publicada pela Suma, foram para a Dogs Can Fly, de Alexandre Grynberg. Alê, que está preparando uma série de TV, também encontra-se em fase de criação do roteiro.

62846320_sc_exclusivo_rio_de_janeiro_rj_21-11-2016_perfil_do_colunista_raphael_montes_-_o_colunista

Livro de Raphael Montes terá versão para o cinema produzida nos Estados Unidos

A versão cinematográfica de “Jantar secreto”, livro de Raphael Montes que teve os direitos comprados pelo produtor de cinema Rodrigo Teixeira, será toda realizada nos Estados Unidos — da produção às locações, passando pelos atores. “Estamos na fase de desenvolvimento do roteiro”, conta Rodrigo, que também comprou os direitos de “Suicidas” e “O vilarejo”, duas outras obras de Montes.

http://blogs.oglobo.globo.com/gente-boa/post/livro-de-raphael-montes-tera-versao-para-o-cinema-produzida-nos-estados-unidos.html

IMG_8352

Patricia Kogut noticiou o projeto da TV Globo de adaptar o belíssimo romance de estreia de Edney Silvestre, SE EU FECHAR OS OLHOS AGORA, para minissérie. O roteirista Ricardo Linhares está trabalhando na adaptação. Será uma minissérie retumbante. O romance, muito pungente, é também extremamente visual, a imagem do Brasil ingênuo (sempre cruel) da década de 60.

61XNAmd0L4L

É com grande alegria que compartilhamos a notícia de que A CRÔNICA DA CASA ASSASSINADA, de Lúcio Cardoso, grande clássico da literatura brasileira e obra maior do autor, foi o vencedor da edição deste ano do Best Translated Book Award, BTBA, que premia todos os anos o melhor romance e a melhor não ficção traduzidos para o inglês.

Para nós, da VB&M, dá uma satisfação imensa ver a consagração do autor no exterior, principalmente nos EUA, mercado tão difícil de se entrar. Lúcio é um exímio autor cuja obra não tem, até hoje, o reconhecimento merecido. Temos trabalhado muito em sua divulgação no Brasil e no exterior, buscando dar a ela a visibilidade concernente a tamanho clássico de nossa literatura. E o prêmio do BTBA não poderia vir mais a calhar.

Gostaríamos de fazer um agradecimento especial a Chad Post e Kaija Straumanis, da Open Letter Books, que acreditaram no poder da CRÔNICA antes de o romance ser conhecido lá fora e contrataram os melhores tradutores possíveis para verter ao inglês obra de tal magnitude: Margaret Jull Costa e Robert Patterson. A eles, nosso especial parabéns.

And the Winners of the 2017 Best Translated Book Awards Are…