Nosso Blog

miriam 2

Dizem os invejosos (que nem são tantos mas, como a peçonha é muita, parecem numerosos): é porque é da Globo. Mas eles sabem que não é isso que explica o sucesso de Míriam Leitão.

O lançamento de HISTÓRIA DO FUTURO, na quarta-feira, bombou de tal maneira que, no dia seguinte, Jorge Oakim, presente com a família na Travessa do Leblon, ligou para Míriam dizendo que nunca na sua (brilhante) carreira de editor da Intrínseca vira noite de autógrafos tão cheia e prestigiada. Estavam lá desde as muitas fontes de HISTÓRIA DO FUTURO e admiradores de todos os matizes, até boa parte do poder político e econômico do Rio de Janeiro, incluindo o casal Gisela e João Roberto Marinho; o chefe de Míriam na TV, Carlos Schroder; o secretário João Mariano Beltrame com o filho, para comprar FLÁVIA E O BOLO DE CHOCOLATE; e o ex-ministro Pedro Malan.  Horas e horas de fila para pegar a assinatura e o abraço da autora. Raros escritores, de dentro ou de fora da Globo, conquistam esse tipo de consagração.

 Na mídia, Míriam teve tudo desde a semana anterior, de Saia-Justa até Bom-Dia, Rio; CBN; noticiários vários. Essa exposição chamou muita gente. HISTÓRIA DO FUTURO, com apenas dias de lançamento, apareceu na lista geral de mais vendidos de PublishNews em 11º lugar. Subirá todos os degraus. Neste sábado, o livro encontra-se em oitavo lugar na lista geral da Folha de S.Paulo, em primeiro na especializada.

O talento da escritora e jornalista é responsável por um bocado desse sucesso, mas não só. Se o livro não fosse espetacular _ profundo, fundamental e indispensável _  nada disso aconteceria. Tem que ser a base do próximo projeto de governo, numa era pós-Dilma Roussef.

O que garante a Míriam Leitão a admiração e o respeito de leitores, colegas e chefes é sua seriedade e dedicação ao trabalho. Às 5h da manhã Míriam está  de pé trabalhando seus livros, ou por eles, antes de começar a rotina da jornalista, que só para depois de meia-noite. Sua honestidade, além da capacidade analítica, para formular diagnósticos e apontar caminhos é inquestionável. Contra a deplorável paisagem do jornalismo atual, em que se veem tantos profissionais blogando mediante pagamento (em geral dos governos federal ou estaduais), Míriam nunca pôs ou porá sua opinião a soldo. É a ética protestante do seu pai, diz ela. É a ética de que precisamos no Brasil.

Links para conferir algumas das ricas entrevistas de Míriam Leitão a propósito de HISTÓRIA DO FUTURO.

http://gnt.globo.com/programas/saia-justa/videos/4387592.htm

http://g1.globo.com/rio-de-janeiro/videos/t/bom-dia-rio/v/temos-tudo-para-dar-certo-diz-miriam-leitao-sobre-futuro-da-economia-do-brasil/4389556/

http://g1.globo.com/rio-de-janeiro/bom-dia-rio/videos/t/edicoes/v/miriam-leitao-lanca-livro-sobre-as-projecoes-para-a-economia-brasileira/4386929/

http://www.intrinseca.com.br/blog/2015/08/lancamento-de-historia-do-futuro-no-rio-de-janeiro/

Comentários ( 0 )

    Deixe um comentário

    O seu e-mail não será publicado. Campos obrigatórios estão marcados com *